“Simnel Cake”: Bolo Inglês de Páscoa

1507717_10203724682301415_4834456447042894007_n

Eu estava acostumada a comer bolos de frutas no Natal. Inclusive, amo!! Mas, este ano, pesquisando uma opção diferente e interessante para apresentar na TV descobri esta receita.

É um bolo bem tradicional na Páscoa inglesa e, aparentemente, a receita surgiu na Idade Média. Ela teria sido criada para que o bolo fosse comido em um sábado bem no meio da quaresma. A marca registrada deste bolo é o marzipã, que aparece como um recheio e também cobrindo e decorando o bolo. Para manter o costume, ele deve ser decorado com 11 bolinhas de marzipã, simbolizando os apóstolos mas desconsiderando Judas.

Ingredientes:

180 g de manteiga sem sal em temperatura ambiente

160 g açúcar comum

3 ovos

180 g de farinha de trigo

1 pitada de pimenta da Jamaica

1 colher de chá de canela

1 pitada de noz moscada

1 pitada de sal

300 g de passas brancas 100 g de cerejas em calda ou glaceadas

50 g de frutas cristalizadas

casca ralada de 1 limão siciliano

300 g de marzipan pronto

100 g de geleia de damasco

10255058_10203722783933957_1360490588_nBata a manteiga com o açúcar e junte os ovos um de cada vez.

10264595_10203722788134062_1376360578_nMisture as frutas secas com a casca de limão e reserve.

10250887_10203722791174138_183586849_nPeneire a farinha com as especiarias e junte à mistura de ovos delicadamente.

10168262_10203722793254190_80984662_nJunte as frutas e misture bem.

961046_10203722798574323_2027497085_n

Coloque metade da mistura em uma forma de aro de aproximadamente 20 cm de diâmetro.

Abra 120 g do marzipan em um disco e coloque sobre a metade da massa, depois cubra com o restante da massa.

10259512_10203722802614424_1564085170_n

Leve ao forno preaquecido à 180 graus e asse até que, espetando um palito, ele saia seco.

Retire do forno, espalhe um pouco da geleia de damasco e deixe esfriar. Decore com o restante do marzipan.

Prontinho!!! É só servir…

10004057_10203724527537546_5001858934963036878_n

 

Dica de Leitura: Peyton and Byrne

1512765_270581683096755_1107442137_n

O post de hoje me lembra um pouco minha viagem à Londres – que já foi assunto aqui no blog, inclusive.

Quando estava lá, fui algumas vezes na “Peyton and Byrne”, uma confeitaria e casa de chás bem inglesa. Na verdade, eles vendem de tudo. Dá para almoçar também, com opções deliciosas de sanduíches e saladas.

IMG-20140206-WA0001

 

O nome é uma homenagem aos pais do chef Oliver Peyton, fundador. Acabei comprando o livro de receitas que estava a venda: Peyton and Byrne, “British Baking” e o foco da publicação são receitas tradicionais inglesas (sensacionais!). Mas o que me impressionou muito foi a introdução, escrita pelo próprio chef:

“If you give two people a football and tell them to score a goal from a certain spot, those two people will never kick or score in the same place.Baking is like that; you give two people a recipe and the same ingredients and invariably the finished dish will turn out slightly, if not totally, different. The fact is, it’s about your personal touch and the environment in which you make it. The result, unlike conventional cooking, is that you taste a piece of the person when you bite into a cake os a pastry they made”

Além de valorizar os bolos e biscoitos genuinamente ingleses, ele explica porque duas pessoas com a mesma receita de bolo, torta ou biscoito nunca vão fazer exatamente a mesma coisa. O toque pessoal, ingredientes e ambiente fazem toda a diferença! Assim, ao contrário da cozinha tradicional, quando você come este doce está experimentando um pedacinho de quem fez! ❤ ❤ ❤ Achei lindo!!!

IMG-20140206-WA0000

Produzindo a versão mini do bolo Cesta de Cajus

mini bolo cestinha pronto

Um tempinho atrás produzi uma quantidade grande de “cestinhas de caju” – uma versão mini do bolo “Cesta de Cajus” que aparece no meu livro: Doce Brasil bem Bolado. Queria dividir com vocês as etapas desta produção:

modelando os cajus

Tudo começou com a modelagem dos cajus, que pode ser feita com antecedência. Aqui, eles estão em cima de um pouco de Açúcar impalpável, para que não fiquem achatados enquanto secam.

Ingredientes???

Haja caju!!! O recheio é um doce de caju feito com as frutas mais frescas e maduras que puder encontrar.

ingredientes

Os cajus foram cozidos em uma calda de açúcar, e depois transformados em um purê.

cajus na calda de acucar

Aqui, depois de confeitados, os bolinhos sendo embalados:

mini bolos caju

Descobrindo Bolos com Ana Elisa Salinas

IMG-20131228-WA0000

Eu sempre recebo muitos e-mails e comentários no blog pedindo dicas de livros sobre decoração artística de bolos. E com certeza não faltam livros lindos e super completos por aí, mas quase sempre são em inglês.

Quando lancei meu primeiro livro “Doce Brasil Bem Bolado” nosso foco era  a cultura brasileira e idéias que buscam inovar a maneira como vemos nossos bolos. Coloquei um capítulo sobre técnicas, sem a pretensão de esgotar o assunto.

doce-brasil-bem-bolado---morena-leite-e-otavia-sommavilla_5689946_1664490

Este ano, ganhamos um presente!

A Ana Elisa Salinas, profissional super requisitada e das mais experientes, lançou um livro que traz tudo o que é importante saber para um bolo lindo e bem decorado:”Descobrindo Bolos” na minha opinião, é um ” manual”, um ” guia”, daqueles que vale a pena ter por perto. Mesmo que você descubra que faz algumas coisas de outra maneira, é sempre bom ouvir a experiência e as dicas dela, que trabalha a anos com a mãe, Ana Salinas, em um atelier no Rio de Janeiro.

IMG-20131229-WA0001

 

Eu super recomendo!!!!!! Já vi em livrarias em SP e você pode ter mais informações no site: www.anaelisasalinas.com .